top of page

Entrevista com Frei Evandro Siqueira que emitirá seus primeiros votos na Ordem dia 10 de janeiro

Amanhã, 10 de janeiro, acontecerá a admissão à Profissão Temporária de seis Frades noviços junto ao Noviciado São José em Rodeio (SC). Estes jovens percorreram um ano intenso de formação, tendo como mestre, Frei Samuel Ferreira de Lima OFM da Província Franciscana da Imaculada Conceição.


Este foi o primeiro ano em que o Noviciado da Província da Imaculada Conceição (SP) acolheu também o noviciado da Província São Francisco de Assis (RS) e da Província São Francisco Solano da Argentina.


A equipe do SAV preparou uma pequena entrevista com o Frei Evandro Siqueira, frade noviço da nossa Província, que emitirá seus primeiros votos na Ordem amanhã:


SAV: De onde você é natural e como surgiu o seu Chamado Vocacional para a Vida Religiosa Consagrada?

Minha cidade natal é Independência RS. Meu chamado vocacional surgiu a partir do grupo de Jovens em que eu participava. A partir das atividades pastorais, dos momentos de meditações que fazíamos, pude ir discernindo com os membros do grupo sobre o chamado de Deus em minha vida. Desde quando comecei os encontros vocacionais com a equipe de animação vocacional da diocese de Santo Ângelo, sempre me chamou atenção a vida de São Francisco de Assis e dos seus primeiros companheiros. Neste período tive a graça de conhecer o Frei Miguel Becker, OFM que foi me mostrando a forma que os freis vivem o Santo Evangelho a partir da vida e regra de São Francisco de Assis. É uma vida em fraternidade, juntamente com toda a Igreja. Com isso fui me identificando com o estilo de vida e missão dos Frades Menores e acabei pedindo para ingressar no processo formativo da província São Francisco de Assis.


SAV: Conte-nos um pouco da sua trajetória até esse momento em que vais emitir os primeiros votos na Ordem:

No início do ano de 2020 ingressei no Seminário São Pascoal em Três Passos (RS), para fazer a experiência do Aspirantado que tem como proposta mostrar o carisma franciscano a

partir de um trabalho voltado a sentir-se chamado por Deus através de formações com frades da província. Depois, segui para o ano do Postulantado vivido durante seis meses em Três Passos (RS) e depois quatro meses no Seminário Frei Galvão em Guaratinguetá (SP). Este tempo de postulantado é aonde aprofundamos ainda mais nossa vivência do carisma franciscano dando passos importantes para a transição de uma vida secular para uma vida religiosa consagrada franciscana. E, neste ano de 2022, estou vivenciando a etapa do noviciado, na cidade de Rodeio (SC), onde faço de modo concreto, pela primeira vez, a experiência de viver como frade Franciscano.


SAV: Você está chegando ao final da etapa formativa do Noviciado. Seu primeiro ano como frade franciscano. Após ter aprofundado a espiritualidade e história franciscana, o que te motiva continuar seguindo Jesus Cristo a exemplo de São Francisco?

A minha maior motivação é Cristo Jesus e a maneira que São Francisco o seguiu, renunciando a sua própria vontade, deixando assim Deus habitar em seu ser. Francisco de Assis teve a humildade como pobreza interior e em todas as criaturas reconhecia que Deus estava nelas, desta mesma maneira quero cultivar em mim esta humildade que tem como essência o ser pobre diante de Deus, para estar por inteiro no caminho de Nosso Senhor Jesus Cristo.

SAV: Estamos vivendo o 3º Ano Vocacional na Igreja do Brasil. Deixe uma mensagem aos jovens que se sentem chamados, como você, a seguirem Jesus Cristo segundo o exemplo de São Francisco:

Aos Jovens que estão lendo essa entrevista, digo de coração aberto que Cristo Jesus chama a todos (as) para seguirem seu caminho. São Francisco de Assis era maravilhado pelo mistério da encarnação em que Jesus Cristo Nosso Senhor veio ao mundo se fazer um

de nós. Deus quis se abaixar a estatura do humano por amor a cada um de nós e desejou viver nossa realidade com suas dificuldades e sofrimentos. Jesus nos ensinou o mais belo que o humano pode ser. Quando Ele nos chama é para fazer essa experiência de ser tão humano que Deus torna tudo divino. Com sua entrega na Cruz Ele alcançou-nos a salvação e deseja simplesmente que nos coloquemos junto a Ele em busca de chegarmos a viver definitivamente com o Pai. É o amor que une o Pai o Filho e o Espirito Santo que nos encanta e nos desperta o chamado a vida religiosa consagrada, isto é na verdade uma grande graça. De minha parte digo que não deixem passar algo tão belo e especial, tem sim suas dificuldades, mas vale muito a pena, é o próprio Senhor que nos preenche e conduz neste caminho. Não deixe de procurar os Freis, seus párocos para partilhar os seus anseios e pedir ajuda para discernir o chamado que Deus faz em suas vidas. Paz e Bem!




372 visualizações0 comentário
bottom of page