Mães de vocacionados

Neste mês Mariano, que nós católicos celebramos a vida de Maria, mãe de Jesus, nossa mãe, também se comemora o dia das mães. Muitas coisas na vida devem ser discernidas ao longo da nossa caminhada, como qual é realmente nossa vocação. Sou aspirante e moro no Seminário Franciscano São Pascoal em Três Passos e vou falar o quão minha mãe foi importante para o inicio do meu discernimento vocacional.

Mãe é presença de Maria na terra. Como a santíssima mãe de Jesus, todas as mulheres

que tem um filho recebem uma missão de ensina-lo, mostrar o caminho certo a percorrer. O amor de mãe é algo inspirador não só para outras mulheres que algum dia desejam ser mãe, mas sim a todos os seres humanos que desejam serem pessoas melhores.

Todos nós temos uma mãe que nos fez gente e que faz até hoje de nós seres humanos melhores. Cada mãe tem um diferente papel com cada filho. Acredito que Deus, da mesma forma que fez de Maria uma mulher forte e preparada para criar um filho, faz que cada mãe tenha capacidade de instruir seu filho.

A mãe é fundamental para as decisões que os filhos tomam. Não falando só por mim, más também pelos meus colegas aspirantes: a mãe, ou alguém que ocupou o lugar dela, foi excepcional para o inicio do nosso processo de discernimento vocacional. Assim acontece não só com jovens que buscam discernimento para vocação religiosa, más com todos os outros que buscam discernir os objetivos e os propósitos da vida.

Desejo um feliz e abençoado dia das mães e convido a todos os leitores a rezarem a Santa Maria dos Anjos para que ela interceda a Deus por todas as mães e pelas vocações franciscanas.

Liandro Carlotto Schultz

Aspirante franciscano

0 visualização

CONTATO

(51) 9 81934117 (WhatsApp)

(51) 9 91333684

SIGA-NOS E ACOMPANHE

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
Logo_Provincial.png

© 2018 Todos os direitos reservados | Ordem dos Frades Menores - Rio Grande do Sul