Sábado Santo: O grande silêncio.

Um grande silêncio pairou sobre a terra, um silêncio vivido pelos discípulos chocados com a morte de Jesus. Enquanto a vida está no túmulo, aqueles que esperaram nele, são submetidos a julgamento e questionamentos severos, sentem-se órfãos até de Deus.

É o dia de Maria. Ela, como muitas mães, vive entre lagrimas, mas seu coração está cheio de esperança. Quando tudo parece acabado, a Mãe cuida e zela. Ela mais uma vez confia na promessa de Deus, a ressurreição do seu Filho.

O Sábado Santo é também o momento da Vigília Pascal. Da escuridão renasce a alegria e luz com cantos jubilosos de Aleluia. Aquele que tinha sido crucificado, ressuscitou. Perguntas, medos e incertezas são dissipadas pela vida.

O Ressuscitado nos dá a certeza de que o bem triunfa sobre o mal, e que a vida supera a morte. A ressurreição confirma tudo o que Jesus ensinou. A cruz torna-se um farol, sinal aos deixaram tudo para seguir o Mestre.


Frei Jorge Luís Huppes OFM



27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo