Ser pai: uma vocação divina

O mês de agosto é dedicado às vocações. Dentre elas, temos neste segundo domingo (dia 09) o dia dos pais. Eles como muitas mães, fazem o papel de pai e de mãe, amigo, irmão, conselheiro (...). Aqueles que se esvaziam totalmente, deixando as suas vontades em prol da alegria da família.

Sabemos que não é só a ligação sanguínea que faz alguém ser pai, mas a sua capacidade de amar aqueles e aquelas que o curso da vida lhes concede. Ama, sem muitas palavras. Ama, quando está sério ou sorridente. Ama, quando defende as suas ideias. É aquele que sonha grande com os/as filhos/filhas e a esposa. Sente orgulho de cada passo dos filhos/filhas. Ensina tantas coisas belas, contudo, as vezes esquece de ensinar a viver longe dele.

Que São José, pai de Jesus e esposo de Maria, cuide e proteja cada pai e mãe. Nos alegramos diariamente com a tua existência e vocação. Parabéns a cada papai que vive a sua vida em vista daqueles/daquelas que Deus lhe confiou.

Frei Jorge Huppes OFM

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo