Um santo para nosso tempo... Carlo Acutis, o Anjo da Juventude!

Uma santidade leiga e jovem. Talvez tivesse a vocação para sacerdote, religioso ou pai de família. Seja qual uma das vocações fosse chamado, quis Deus que fosse antes de tudo chamado à santidade, vocação primeira de todo cristão. Santidade por ele vivida e realizada na sua idade, no mundo dos jovens, da internet, da escola, do futebol, da família, da igreja, da natureza...

Nascido em Londres à 05 de maio de 1991, recebeu o Batismo poucas semanas depois na mesma cidade. Para comemorar o seu nascimento para Deus, seus pais fizeram um bolo em forma de cordeiro para festejar seu batizado. Logo seus pais se mudariam para Milão com o pequeno Carlo.

De família abastada, católica, mas não tão praticante. Desde tenra idade, Carlo demonstrou grande amor pela Igreja, por Jesus, a Virgem Maria, às pessoas e à natureza. Ligeiramente seus pais começaram a ter uma prática mais assídua da fé, tocados pelo seu testemunho.

Aos sete anos de idade, Carlo recebe a Santa comunhão, com licença especial do bispo de sua Diocese. Pedido feito por ele mesmo e encaminhado ao Senhor Bispo que aceitou. E dizia ele “A EUCARISTIA É MINHA VIA EXPRESSA PARA O CÉU”. Desde então, Carlo inicia a prática da Missa diária e da adoração, antes ou após a missa. Dizia: “Nós somos mais felizes que os apóstolos que conviveram com Jesus, pois o temos todos os dias conosco, basta entrar em uma Igreja”. Se confessava com frequência, dizendo que a conversão é simplesmente mover o olhar d baixo para o alto, basta um simples movimento dos olhos “assim como o balão para subir ele precisa descarregar o peso, também a alma para subir ao céu, precisa livrar-se dos pequenos pesos que são os pecados veniais”.

No caminho da sua casa para a Igreja, encontrava alguns moradores de rua, os quais ajudava com alimento e por vezes, convidando-os a cear com sua família. Abria mão da própria janta para que um morador de rua pudesse fazer uma boa refeição.

Com sua primeira mesada, comprou um saco de dormir para um morador de rua, que ficava no caminho para a Igreja!!! Usava das coisas, dos bens, com total desapego. Certa vez, admoestou severamente sua mãe por dar-lhe um par de tênis, pois ele já tinha um e não precisava de outro.

Amante da informática, internet, dos meios de comunicação. Reconhecido como “Ciberapóstolo da Eucaristia”, soube usá-los bem e para a evangelização e despertar o amor à Sagrada Eucaristia. Após algumas viagens e pesquisas, criou o site para divulgar os milagres de Cristo Eucarístico no mundo afora. Confira em http://www.miracolieucaristici.org/pr/Liste/list.html. É postulado a ser o padroeiro da Internet. Quiçá! Certamente será grande auxílio sua intercessão para todos nós que destes meios dependemos. Gostava de jogos on-line, mas reservava uma hora por semana para os mesmos, sem descuidar-se do seu projeto de vida que era ESTAR SEMPRE UNIDO A JESUS!

Dedicado ao estudo, era de inteligência rara. Gostava de estar com seus amigos, de alegria pura e jovial. Gostava de futebol e não deixava de convidar seus amigos a serem amigos de Jesus Cristo. Deixou escrito em um de seus cadernos de aula: “A tristeza é o olhar voltado para si, a alegria é o olhar voltado para Deus” e motivava aos desanimados a descobrirem em si o dom que Deus lhes deu dizendo que “nascemos originais, mas alguns morrem como fotocópias”.

Rezava o terço diariamente e tinha profundo amor a mãe de Jesus “A Virgem Maria é a única mulher da minha vida”.

Na sua paróquia, dedicava-se a evangelizar. Era catequista de um grupo de adolescentes e dizia: “Julgar a Igreja é julgar a nós mesmos”.

Diagnosticado com Leucemia fulminante M3 em outubro de 2006, vindo a falecer dias após a descoberta da doença. Perguntado pelo médico se estava sofrendo muito disse: “Tem pessoas que estão sofrendo mais do que eu. Ofereço meu sofrimento ao Papa e à Igreja”. Faleceu em 12 de outubro de 2006 com 15 anos de idade. Sepultado no cemitério de Assis, pedido expresso em vida. Assis era seu lugar preferido e tinha grande veneração pelo jovem Francisco de Assis. Seus restos mortais foram trasladados no dia 23 de janeiro de 2019 para o Santuário dela Spogliazione (Despojamento) de São Francisco de Assis. Cultivava um grande amor pelo poverello de Assis, pela sua alegria, humildade e pobreza. Assis era sua cidade preferida na vida, e acolheu seus restos mortais, e ali, ao lado do santo de sua devoção, com ele acolher milhares de peregrinos, entre eles, muitos jovens.

Em 12 de outubro de 2010, acontece o primeiro milagre em Campo Grande, Mato Grosso – BR. Declarado venerável em 05 de julho de 2018 pelo Papa Francisco. Milagre foi reconhecido em 21/02 de 2020 pelo Papa Francisco. Sua Beatificação está marcada para o dia 10 de outubro de 2020 na Basílica Papal de São Francisco de Assis, cidade de Assis.

Viveu uma vida bela e feliz, porque foi santa. Carlo foi um jovem normal, extraordinário no ordinário. Recebia todos os dias a visita de Jesus no pão eucarístico e devolvia as visitas acolhendo e ajudando os pobres.

Frei Paulo Maia OFM

304 visualizações

CONTATO

(51) 9 81934117 (WhatsApp)

(51) 9 91333684

SIGA-NOS E ACOMPANHE

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
Logo_Provincial.png

© 2018 Todos os direitos reservados | Ordem dos Frades Menores - Rio Grande do Sul